[Desafio 52 semanas] Semana 41: As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são:

desafio52-Semana41

– Admitir que não dá pra colocar o mozão pra viver dentro de uma bolha
Quando duas almas se encontram causando um alvoroço entre as borboletas em seus estômagos surge um fenômeno mundialmente conhecido como vontade de se isolarem do mundo. A vontade é de se esquecer de todo o resto, esquecer que outras pessoas também compartilharão o mesmo ar do ser amado, que conversarão e até se cumprimentarão com 1 ou 2 beijinhos no rosto (dependendo da cultura), mas é preciso lembrar que antes de ter começado um relacionamento você tinha uma vida, assim como a outra pessoa. Apesar da forte vontade de viver um pro outro a vida tem que continuar – e longe de uma bolha.

– Entender que somos todos… humanos (e temos necessidades fisiológicas)
O amor é uma coisa linda e muitas vezes melosa, a gente vive sob a atmosfera do encantamento. O problema é que mesmo tudo parecendo muito mágico em algum momento precisamos ir ao banheiro. E, acreditem, TODO MUNDO precisa ir ao banheiro, até os príncipes e princesas. Não tô dizendo que vai chegar um momento em que o casal irá ao banheiro junto para segurar a mão um do outro, mas também não precisa “tomar banho” cada vez que for fazer o número 2.

– Segurar o mel
Mais uma vez isso faz parte do começo da relação e acredito ser culpa das borboletas descontroladas que habitam seu estômago. Nessa fase surgem aqueles apelidos como amor, , mozão, mozinho, momô, bem, (…), e aí adivinha qual a palavra que mais sai da boca da pessoa? Como mágica a pessoa fica monotemática. É como aquelas brincadeiras de colocar uma palavra X no nome de algum filme, sabe? Tipo, “Eu, eu mesma e mozão”, “De volta para o mozão”, “Curtindo o mozão adoidado” e por aí vai. Tá tudo bem amar, querer mostrar ao mundo o amor lindo de vocês, mas calmaê, galera.

– Aprender a compartilhar
Todo ser humano foi premiado com o gene do egoísmo, em maior ou menor grau, e por toda a vida a gente precisa aprender a lidar com ele. Em um relacionamento não é diferente, pelo contrário, é preciso tomar cuidado redobrado, afinal, você acaba dividindo a vida com alguém. O importante aqui é saber dividir um pedaço de bolo, o controle da TV, as alegrias e as tristezas e tudo o mais.

– Regar a plantinha do amô dia após dia
Talvez não haja nenhum outro clichê como esse, mas é a mais pura verdade. Amar não é difícil, mas é bem mais fácil quando as borboletas do estômago ainda estão tão eufóricas que você mal consegue pensar. De uma forma romântica é como naquele filme que o cara precisa reconquistar a mulher todo dia porque ela tem problema com a memória. Mas ó, não tô dizendo que você precisa surpreender com ideias mirabolantes todos os dias, é só prestar atenção nas pequenas coisas que vão fazer toda a diferença no meio da correria e estresse do dia a dia (/clichê).

Este post faz parte do desafio 52 semanas, para saber mais sobre ele é só clicar aqui e para ver todos os posts do projeto no blog, clique aqui.

Anúncios

4 comentários sobre “[Desafio 52 semanas] Semana 41: As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são:

  1. Rá, você citou meu filme favorito {Como se fosse a primeira vez}. Adorei o post! Apesar de ter passado por todas essas coisas há bastante tempo (seis anos de namoro indo pro sétimo) de vez em quando as bobiças ressurgem!
    Adorei o post!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s