O que aprendi com o 2º MasterChef Brasil

Ano passado elegi o MasterChef Brasil como o meu novo reality show favorito, título que já pertenceu a Casa dos Artistas, Big Brother Brasil e O Aprendiz. Ver as pessoas cozinhando e jurados criticando a comida alheia parecia muito mais interessante, só que para acompanhar esse programa eu precisava mudar alguns hábitos. Foi só começar a 2ª temporada que passei a jantar mais tarde às terças-feiras, por exemplo, para garantir que a fome não viria de forma tão matadora durante o programa, me fazendo descongelar uma lasanha tarde da noite.

Bem, eu sei que vocês estão nem aí para os meus hábitos alimentares, o que eu como, deixo de comer e que horas isso acontece, então vamos logo para a parte dos aprendizados. Se você perdeu o módulo 1 do curso MasterChef fique tranquilo que você ainda pode acessar por aqui, se você já está por dentro de tudo, então venha acompanhar o que aprendemos nessa 2ª temporada:

– A melhor maneira de acompanhar o programa é com o Twitter como segunda tela
Ok, esse não é bem um aprendizado MasterChef, mas foi algo que mudou completamente minha relação com o programa. Inclusive, acho que o próprio programa deveria exibir essa sugestão antes de começar. Graças a esse maravilhoso ~microblog~ podemos perceber detalhes que deixamos passar e acompanhar as melhores reações para cada ação que vemos na TV.

– Se o seu grupo tá na merda não adianta só colocar a culpa no outro e tentar se salvar sozinho
Eu sei que no programa apenas um participante sai como vencedor, mas tem provas em grupos e individuais. Quando um grupo ganha, todos ganham, quando um perde, todos perdem. Parece ridículo, mas tem gente que não entende a lógica. O pior é quando você é o líder e precisa fazer as coisas funcionarem, o grupo será apenas um reflexo da sua liderança, mas tem quem ache certo pegar o colete salva vidas sozinho e deixar todo o resto naufragando. A vida dá mais voltas que o peão da casa própria, depois não adianta reclamar quando virarem as costas para você.

– Quando cair não desanime, é só levantar, sacodir a poeira e dar a volta por cima
Izabel tá aí pra provar essa teoria. Todo mundo tropeça em algum momento, só não pode se entregar e ficar no chão querendo star morta. Levante, corra atrás do prejuízo e garanta seu lugar ao sol.

– Existe um fator importante a ser considerado sempre: o tempo
A gente quer sempre fazer o nosso melhor, mas o melhor só será melhor se estiver dentro do tempo. Teve um programa que eles precisavam cozinhar para jogadores do Palmeiras, dava pra ver que uma equipe estava mais organizada que a outra, cozinhando mais que a outra, mas no fim quem venceu foi a outra, mas só porque conseguiu entregar o prato dentro do prazo. Conclusão: ter algo mais ou menos é melhor do que não ter nada.

Sempre bom lembrar

– Fazer além do que se foi pedido é maravilhoso, mas antes de fazer o extra, certifique-se que o básico está sendo bem feito
A gente cansa de ouvir sobre como arriscar é importante, sobre como é bom surpreender e fazer mais do que o esperado, mas isso não quer dizer que temos que fazer de qualquer jeito. Planejar é preciso! Além de considerar o fator tempo você também precisa ter os pés no chão e avaliar o que é ou não possível. Melhor um arroz com feijão bem feito do que toda uma mistura sem tempero, queimada e sem graça.

– Tai chi chuan com a melancia
Durante um tempo minha mãe fez tai chi chuan e a única coisa que aprendi com ela foi alisar a cauda do passarinho (não me pergunte). Aí vem a Jiang (nossa campeã moral <3) e nos ensina a maravilhosa arte de repartir a melancia. Cozinhar e relaxar, essa é a ideia.

Agora é só esperar pelo próximo ano e a nova edição para saber o que mais iremos aprender. Enquanto ela não chega vou participando do MasterChef da vida real que ao invés de cozinhar alimentos que nunca ouvimos falar eu arraso no PF, caprichando no arroz, feijão, bife e batata-frita.

Anúncios

4 comentários sobre “O que aprendi com o 2º MasterChef Brasil

  1. não assisto masterchef (e na realidade nenhum reality me agrada muito) mas esse post foi utilidade pública! Além do fato de planejar a janta pra não sair comendo a casa mais tarde (eu tenho MTA fome a noite, sofro com isso tds os dias) as outras dicam valem pra vida toda né? Especialmente pro trabalho… aquele momento que vc se empolga e quer fazer o projeto mais daorinha de todos e esquece de entregar o básico primeiro mimimi #quemnunca
    Twitter é maravilhoso pra acompanhar coisas ❤ horário político e debates com o twitter aberto é uma comédia absoluta lol

  2. Confesso que eu não assisto ao MasterChef rs Acho que os reality shows não me conquistaram nessa vida hahahaha Mas que bom que ele passa alguns aprendizados, isso sempre é bom! E isso do twitter, sério, twitter como segunda tela de tudo é legal, mesmo se você não estiver assistindo hahahaha Eu me divirto 😄
    Beijos! =**

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s