Internet Old School

Eu não sei por que raios levei tanto tempo para fazer este post. Tenho cara de meninota (risos), mas sou da época do CD da AOL e de esperar até meia noite para ~surfar~ na internet.

Falando assim até parece que isso faz parte de um tempo muito distante, mas não é não, amiguinhos, as coisas que aconteceram rápido demais. O MSN que era recente já não existe mais e o Orkut, a rede dos depoimentos do amô, eu nem coloquei na lista por não considerar parte da internet old school, mas também não existe mais. As coisas acontecem e desaparecem e a gente mal se dá conta disso.

Então nada como um sábado de nostalgia para lembrar com carinho desses não tão velhos tempos assim e agradecer por todas as melhorias na área:

Internet discada

*esperando conectar aqui…

Entrar na internet antigamente era um pouco complicado, primeiro porque precisava do telefone desocupado, segundo que era caro, só depois da meia noite ficava mais barato, pois você pagava por um só pulso telefônico. Ah, sábado depois das duas da tarde e domingo o dia todo também era liberado. SÓ QUE nada disso era garantia de conexão estável, se você espirrasse perto dela ela poderia desestabilizar, cair e assim você teria que tentar conectar de novo.

Lembro até hoje o dia que os caras foram instalar banda larga lá em casa. Eu estava no quarto e meu pai foi me chamar dizendo que agora a internet estava liberada. Era dia de semana, sabe? A gente poderia acessar a internet a qualquer momento. Que emoção, minha gente!

Bate-papo

*Sou loira, alta, atlética, olhos verdes…

Voltando ainda no tempo de internet discada e de não entender muito bem como essa rede mundial de computadores funcionava, existiam os tais bate-papo do Uol, Terra, Bol, etc… Você basicamente fazia aquilo que sua mãe dizia para não fazer: falar com estranhos. E nada de fotos, se alguém dizia ser moreno, alto e olhos azuis ou você acreditava, ou não. Não tinha essa de mil fotos para comprovar e stalkear.

Nesses sites havia salas de bate-papos divididas por idade, cidade, religião, por grupo sanguíneo, tinha de tudo, mas você não precisava apresentar carteirinha alguma para comprovar se o que estava dizendo era verdade. Ou você acreditava no outro, ou não.

Lembro uma vez na casa da minha prima, em um horário permitido para entrar na internet aí ela disse empolgadona para entrarmos em um chat, lá fui eu espiar como funcionava. Ela botou o nick de “Htinha_alguma coisa”. Nunca me esqueci disso porque eu demorei alguns segundos pra entender o que era “Htinha” HAHAHAHAHA.

E-mail

*Elefantes fantasiados de bailarinas trapezistas que roubam carteira no semáforo… Entendi.

Sabe essas coisas que a gente vê tia postando no Facebook? A gente recebia por e-mail. Power Point cheio de efeitos? Tinha. Piadas? Tinha. Corrente para salvar bebezinhos criados por lobos e educados por serpentes? Tinha. O melhor era aquele tipo de e-mail que nos alertava sobre os palhaços anões fanfarrões que se escondiam no porta-malas e te sequestravam para roubar seu rim. Pelo menos depois eles te deixavam desacordado em uma banheira cheia de gelo.

Sites preferidos

“Saia já desse computador menina!” “Aham, só mais um teste, mãe!”

Eu ria no Humortadela e no Charges, fazia buscas no Cadê? e tinha um site que não lembro se era do IG para garotas adolescentes, mas ele tinha notícias de artistas teen e o principal: testes. Quantas madrugadas eu não passei fazendo esses testes, minha gente! Eu adorava saber qual Chiquitita eu era, se eu sabia ser uma boa amiga ou qual cor representava mais a minha personalidade. E não, eu não acessava o assustadores.com porque eu era cagona demais pra isso.

Blog

Então algo começou a ficar popular nessa internet: os blogs. Blig, Weblogger, Zip.net eram os lugares em que a gente criava nosso diarinho virtual. E era isso que os blogs eram: um lugar para compartilhar nossa vida, as tretas da escola, fotos dos nossos ídolos… Não tinha Twitter pra gente xingar muito, não tinha Facebook pra dizer como estávamos nos sentindo animados com a festa que ia rolar. Era tudo no blog e com muito estilo: gifs por todo canto, cursor com coração, música de fundo, brilho e mais brilho e mais brilho.

Fotolog

*foto do dia

Antes de publicar nossas fotos fazendo duck face em frente ao espelho nas redes sociais, a gente postava no nosso fotolog. Existiam diversos sites com esse objetivo, mas o Fotolog.net era o mais concorrido, era dificílimo conseguir uma conta gratuita lá e quando conseguia era uma foto por dia. As câmeras digitais estavam se popularizando nessa época, mas antes disso ainda tinha aquele lance de precisar escanear fotos para colocá-las online. E nem preciso dizer sobre a qualidade dos scanners, né? Era difícil pagar de gatinha online naquela época.

ICQ

*Ele responde-eu

Tá certo que o MIRC é um chat mais antigo, mas eu pulei essa fase e fui direto para o ICQ. Não, eu fui direto para o MSN, logo no começo, mas depois criei uma conta no ICQ. Foi nele inclusive que eu flertava com o ~mozão~. A cada vez que eu escutava aquele “o-oh” meu coração só faltava sair pela boca.

Depois de relembrar cada uma dessas coisas penso que apesar de ter sido um tempo divertido, cheio de descobertas e com menos mimimi’s precisamos admitir que hoje está bem melhor. Só de poder conectar a hora que quero já é uma benção. Agora só nos resta esperar pelos próximos capítulos dessa rede de computadores interligados.

 

Antigamente era assim, só que devagar…

Este post está resgatando um tema antigo do Rotaroots. Se você quiser ver todos os postos do blog que fizeram parte das blogagens coletivas é só clicar aqui.

 

Anúncios

10 comentários sobre “Internet Old School

  1. hahahaha amei o post, eu lembro que quando tinha internet discada, o sinal era tão podre que eu deixava conectando e ia TOMAR BANHO pra poder voltar e usar. E olha que às vezes ainda nem conectava. Até hoje lembro que levei 48 horas para baixar o clipe de November Rain do Guns n’ Roses hahahaha beijos!
    http://mahjestic.com/blog

  2. Ah, eu amo a internet dessa época, era uma bosta, mas era muito legal! O site do IG eu também acompanhava, era o IGirl e era nele que eu salvava as milhares de fotos dos BSB pra deixar de plano de fundo na área de trabalho!
    Eu usei desde o MIRC mas gostava muito mais do ICQ, principalmente na época de internet discada.. pois era possível pausar a transferência de arquivo e continuar no dia seguinte… enquanto no MSN não era possível isso.

    Saudades dessa época ❤

  3. Essa piazada de hoje em dia não sabe de nada! E ainda reclamam! Mas eu tenho muita saudade daquela época. Ficava jogando paciência esperando conectar (ou esperando a mãe desocupar o telefone). Ficava no ICQ e nos chats da UOL. Ria dos Fotologs de geral, daquelas fotos de 1MP. Hoje em dia tá tudo aí em alta definição mastigadinho…. Antigamente você precisava orar para aquele “paquera do chat” ser realmente lindo como se imagina. Kkkkkk.
    Beijos

  4. Li o seu post rindo. Passei por todas essas fases e fiz tudo isso! E ainda montava bonequinhas no dolls.com.br. Hoje com certeza a internet está mais ágil, tudo ficou mais fácil e tem muito mais informação disponível, porém eu acredito que antes ela era um ambiente mais amigável. Tinha menos haters enchendo o saco nos blogs e eu lembro também que minha cidade virou tipo uma rede interligada no ICQ, todos os adolescentes se adicionavam pra se conhecer e conversar! Era bem divertido!
    Beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s