[Desafio 52 semanas] Semana 19: Meus seriados preferidos

Amo/sou séries. Desejo aquele emprego dos sonhos na Netflix assistindo filmes, séries e todo o resto que tiver no acervo. Até Galinha Pintadinha. O fato é que depois que conheci esse maravilhoso mundo das séries minha vida mudou. Minha vida social, por exemplo, que já era escassa, hoje é nula. Por isso levei tanto tempo pra fazer esse post, falar apenas sobre 5 séries é um pouco de covardia. Todas são lindas e moram no meu coração! (Até The Mentalist que cagou o final). ❤

sempre…

1- Breaking Bad

Say_My_Name

Sobre: Walter White é um professor de química do ensino médio daqueles sem graça que ninguém presta atenção. Entre uma tossida e outra ele é diagnosticado com câncer de pulmão e aí ele começa a repensar algumas coisas. Para não deixar sua esposa grávida e seu filho com paralisia cerebral endividados com os custos do tratamento ele faz uma parceria com um ex-aluno e entra para o mundo do crime, produzindo e vendendo metanfetamina.

Por quê? Tem câncer, tem drogas e tem crime, mas no caso da série quanto mais, melhor. Vale a pena cada segundo dessa transformação de Walter White a Heisenberg, o professor de química a traficante. Os atores são incríveis, os personagens bem construídos, a história prende e é toda amarrada e a série é putamente bem feita. É possível dizer que a série vicia tanto quanto o produto azul do Heisenberg.


2 – How I Met Your Mother

Sobre: Um belo dia Ted Mosby resolve chamar seus filhos para o sofá e contar uma longa história sobre como conheceu a mãe deles. Ele volta um pouquinho no tempo, uns 25 anos, e passa 9 temporadas narrando suas aventuras ao lado dos amigos Marshall (advogado de bom coração), Lily (professora e compulsiva em compras), Barney (cachorro, sem vergonha, mulherengo) e Robin (canadense, ex-estrela pop) até finalmente conhecer a mãe de seus filhos. Como se tudo isso fosse normal Ted conta detalhadamente aos filhos seus envolvimentos amorosos, seus momentos com drog… sanduíches e outras coisas mais que os pais não querem que os filhos sigam de exemplo.

Por quê? Muita gente não gostou do final, MAS preciso concordar que foi o final que fez todo o sentido. Não tem como não se apaixonar por cada personagem, inclusive os secundários (beijo Ranjit!). Tem também as teorias apresentadas no decorrer das 9 temporadas, as intervenções, o Slap Bet, as sacadas – como a do sanduíche – e os maravilhosos livros do Barney Stinson: o Código Bro (para unir e melhorar a convivência entre todos os Bros) e o Playbook (o livro das conquistas). Por esse e outros motivos que a série é Legen… wait for it… dary!

 

3- Lost

Sobre: O voo 815 da Oceanic Airlines saiu de Sydney, Austrália, e deveria chegar a Los Angeles, Estados Unidos, mas ele não completa sua rota e cai em uma ilha aparentemente deserta no meio do Oceano Pacífico. Com um grupo bem diversificado, incluindo um médico senhor da razão, um careca doido, cheio de fé e feliz pelo acidente, uma grávida, um ex-rockstar doidão, um gordão gente boa capaz de devorar qualquer coisa viva que passe na frente dele, um iraquiano torturador, um casal made in Coreia, um trambiqueiro metido a galãzinho e uma ex fugitiva que estava a caminho da prisão (entre muitos outros que não me lembro), eles precisam se unir para manterem-se vivos. Além disso, a ilha é cheia dos mistérios e vez ou outra você encontra uma fumaça preta, ursos polares e uma escotilha. Ao mesmo tempo em que você acompanha a vida dos sobreviventes em meio a todas essas loucuras que não foram completamente explicadas no final, também podemos acompanhar suas histórias individuais através de flashbacks e flashforwards.

Por quê? Lost foi a série que me introduziu ao maravilhoso mundo das séries. Tem mistério atrás de mistério, tem personagem pra amar, tem personagem pra odiar, tem personagem que você fica na relação amo-odeio-amo-odeio, tem edição de som que te deixa hipnotizado e tem um final que não agradou muito aos fãs, mas que pra mim foi ok, sem muito drama, nada que me impedisse de ficar chorando em posição fetal por saudade da série.

 

4- Gilmore Girls

Sobre: Lorelai e Rory são mãe e filha, como diria o SBT, Tal mãe, tal filha. Lorelai é mãe solteira e trabalha como gerente de uma pousada na cidade fictícia de Stars Hollow, onde elas também moram. Rory está saindo de uma escola pública para uma particular e para poder pagar as contas em dia Lorelai vende sua alma a seus pais, com quem não tem um bom relacionamento porque queriam transformá-la numa madame-nariz-em-pé quando na verdade ela só queria ser gente como a gente e sentar no balcão da padaria pra comer um pão na chapa. A partir daí as duas são obrigadas a jantar com Emily e Richard Gilmore toda sexta-feira como forma de pagamento. Além dos conflitos familiares a série também fala sobre o cotidiano da mãe e filha, com direito a tudo aquilo que acontece na vida de todo mundo: paixões, encrencas, pepinos de trabalho, inimizades e pequenas alegrias como achar o filme que queríamos disponível na locadora.

Por quê? Gilmore Girls não tem um grande mistério, não tem câncer, não tem batalhas épicas, não tem vampiro e não tem ninguém querendo saber como alguém conheceu a mãe de alguém, mas tem personagem pra se apaixonar, tem cidade pequena que você vai querer morar nela, tem diálogos com senso de humor e recheados de referências (a filmes, livros, política, música…) e tem tanto café que você vai terminar o episódio achando que está entrando em abstinência por falta dele. É muito amor pra uma série só! ❤

 

5- Game of Thrones

Sobre: Baseada nos livros As Crônicas de Gelo e Fogo de George R. R. Martin, que ainda não escreveu todos os livros da série, portanto vida longa e próspera a ele, a história se passa nos Sete Reinos de Westeros onde podemos ver nobres famílias entrando em guerra pelo Trono de Ferro – Trono que por sinal não tem nem uma almofadinha para proporcionar conforto e aliviar a dor na bunda. Em meio a lutas, traições, alianças, dragões e peitinhos, ainda temos o receio do inverno que está sempre chegando, mas ainda não chegou. Antes de assistir a série você precisa saber que ela é marcada pela alta rotatividade de atores e por isso nunca, nun-ca, NUNCA você deve se apegar a um personagem. (spoiler) Ele vai morrer.

Por quê? Embora eu não seja a mãe dos dragões, filha da tormenta, rainha dos ândalos e dos primeiros homens, a não queimada, rainha de Meeren e khaleese, eu acho legal esse lance com dragões. E gosto dessas batalhas em que acontecem coisas imprevisíveis, sem esse negócio de querer poupar personagens porque são gente boa. Também tem o anão, o Lannister adorado por todos nós que paga suas dívidas, mas que mesmo se não pagasse a gente faria uma vaquinha para ajudá-lo a pagar. Só pela abertura da série você sabe que está prestes a acompanhar algo FODA.

Este post faz parte do desafio 52 semanas, para saber mais sobre ele é só clicar aqui e para ver todos os posts do projeto no blog, clique aqui.

Anúncios

2 comentários sobre “[Desafio 52 semanas] Semana 19: Meus seriados preferidos

  1. A M E I O P O S T. Então, assim como tu sou uma viciada de séries convictas. Olá, meu nome é Katherine e vejo séries sem parar desde 2007, quando comecei a assistir The O.C. na Warner todos os dias as 17h e quando acabou descobri que tinham outras milhões. E descobri o Torrent. E aí tudo mudou. Vamos por partes: Queriiia ver The Breaking Bad, mas não sei, ainda não rolou. HIMYM já comentei contigo que adorei a série mas não curti o final. Ok. Lost tbm já comentei aqui o quanto amava, Jack e Kate forever. Seeempre quis assistir Gilmore Girls mas são tantos episódios e tantas temporadas que é a mesma coisa que alguém resolvesse começar a assistir Grey’s Anatomy agora. Ou seja, needs coragem. E GOT, bom GOT… tua sinopse foi a melhor possível. Essa série é inexplicavelmente fodástica e a cada episódio que passa eu só consigo me apavorar mais com a eminencia do término da temporada e a espera de UM ANO para a nova. OMG.

    • Comecei a assistir Gilmore Girls de novo e totalmente apoio quem quiser assistir. É tão gostoso que você nem se da conta do tempo passando, você só percebe 3 dias depois porque o estômago começa a reclamar de fome =P

      E como eu sofro com esse tempo de espera entre o fim e começo de temporadas 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s