[Desafio 52 semanas] Semana 05: Fazem parte da minha wishlist

O tema da vez caiu em uma semana bem propícia, considerando que meu aniversário tá logo aí. Conhecem aquela história de “não precisa levar nada não, sua presença é o meu presente”? Então, ela até é verdadeira, mas eu não seria louca de reclamar se alguém aparecesse com alguns desses itens para me presentear:

– Cabine telefônica londrina


Sempre quis ter uma, mas aí ouço coisas como “Pra que?” ou ainda “Onde você acha que vai colocar isso aí?”. É grande? É. É desnecessário? É. Mas e daí? Eu acho bonito e tem um espaço sobrando aqui na sala que não sei como preencher. Eu não sou muito chegada a telefonemas, mas com uma cabine dessas até falar com o telemarketing vai ser empolgante.


– Kombi Azul


Não importa o que dizem, Lost tem um lugar especial no meu coração e tudo que me lembra a série eu já quero. Um dia ainda vou imprimir aquelas falsas embalagens de produtos Dharma, mas aí entram na lista “coisas que ainda vou fazer”. Sobre a Kombi, nem precisa ser a Kombi de verdade, pode ser uma miniatura, um chaveiro, uma torradeira ou qualquer coisa que ao olhar me lembre da série. É mais pela série do que pela Kombi.


– Anões de jardim zumbis

Primeiro eu preciso de um espaço na minha casa para fazer um jardim, depois eu preciso fazer e cuidar de um jardim e só depois eu precisarei desses anões zumbis. Aqui pelo interior é comum ver jardins com a branca de neve e os sete anões, claro, às vezes tem menos anões, depende de quantos já foram quebrados, mas oficialmente são 7. Fico pensando nos viciados em momentos de alucinação que vão pensar duas vezes antes de pularem o portão alheio para fumar mais um pouco ou até mesmo para levar algumas coisas emprestadas para depois trocar por mais substâncias alucinógenas. Vai que em uma dessas alucinações eles não vejam os anões como sendo protetores ferozes da casa? Dá até pra colocar uma placa dizendo “Cuidado, anões ferozes”.


– Poltrona massageadora

Vejo as pessoas no metrô e no shopping sentadas nessas cadeiras, alheias a correria e confusão ao redor e bate até uma vontade de fazer o mesmo. O problema é que você nunca sabe quem relaxou naquela poltrona antes de você, sem contar o quanto é bizarro toda a plateia assistindo o seu relaxamento. Por isso penso que ter uma dessas em casa não seria uma má ideia, pode até não ser bonita, mas pelo menos não precisarei pagar com notas de 5 ou de 10 cada vez que eu quiser dar uma relaxada. Só vai ser difícil relaxar pensando em como pagar as quase 12 mil dilmas que a Polishop pede.

Ps. As poltronas da foto não são as massageadoras, mas a reação seria mais ou menos essa aí


– Trompa azul

Não é que eu tenha uma obsessão pelo azul, é que o instrumento tem um significado especial para os fãs de How I Met Your Mother. Toda menina romântica sonha com alguém que vai roubar uma trompa azul pra ela, e, mais do que isso, que repita o ato anos depois para mostrar que o sentimento continua ali! Eu já tenho quem roube pra mim, mas como somos pessoas dentro da lei, não precisa roubar, é só descobrir onde vende uma dessas.

Este post faz parte do desafio 52 semanas, para saber mais sobre ele é só clicar aqui e para ver todos os posts do projeto no blog, clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s