JAMZ, Bourbon Street e esse lance que é curtir um show

Sou aquele tipo de pessoa que troca esse negócio de música alta, azaração sem limites e pessoas bêbadas pelo conforto do meu sofá e uma maratona de séries/filmes acompanhados de um pacote gigante de Ruffles.

Antes que me perguntem “Noooooossa, quantos anos você tem?”, eu respondo: tenho 26 com corpinho de 60 e cabeça de 80. Ainda sem Alzheimer.

O fato é que assim como o cometa Halley aparece a cada 75 anos, às vezes eu também resolvo colocar a cara para fora de casa e olhar o mundo como realmente é (mesmo para saber diferenciar se o que eu vejo na TV é real ou não ¯\_(ツ)_/¯). Então na última semana lá fui eu toda pimpona curtir o show da banda JAMZ num barzinho puro amor de ÉSSE-PÊ.

Chamei meu marido, minha irmã e meu cunhado, escondi sem intenção de esconder que o show era numa quinta-feira e aí todos toparam. Compramos o ingresso online e pagamos uma taxa equivalente a um rim. Pronto, era só esperar pelo show.

No dia lá fomos nós para o tal do Bourbon Street – E aqui vou dizendo que o lugar é incrível, a decoração é linda e eu quero um cômodo da minha casa decorada assim: com bar de piano, partitura na parede e uma guitarra no meio da sala. Talvez eu tenha até uma réplica do terno do Ray Charles, mas acho que pode ficar exagerado para uma casa comum.

Quando comprei os ingressos não fazia ideia de como era o lugar, sabíamos que estava com quase todas as mesas esgotadas, mas conseguimos a nossa, comemoramos, nos abraçamos e choramos de emoção. Até chegar o dia do show… Aí descobrimos que tinha o tal “bar em pé” e aí a galera ficou por tudo quanto era lado, só não tinha gente no meu colo porque era um lugar família.

O show começou e passei umas duas musicas só enxergando o guitarrista. Eu até pensava que mesmo de cima do palco, com todas aquelas luzes na cara e problemas de visão ele conseguia enxergar a nossa mesa e ainda mandar mentalmente um “eu sei que tá difícil enxergar daí, mas tô vendo vocês, obrigada por virem!”. Era só um consolo, sabem?

Eu sei que chegou uma hora que todo mundo levantou, levantei também e consegui enxergar melhor, só o tecladista que ás vezes via e ás vezes não sabia se ele tinha abandonado a banda para vender suas artes na praia. O som do teclado tava lá, a voz dele também, mas minha altura não permitia enxergar a pessoa.

Todo esse monte de palavras até agora foi pra dizer que o show foi foda. Sério, como tocam, cantam e fazem aquele som que te faz remexer inteiro. Cantaram, além das próprias musicas, um pouco de Timberlake, Amy Winehouse, Michael Jackson (e a minha preferida Love never felt so good <3), entre outros. Ainda teve a participação da banda Bicho de pé (que também participou do Superstar), Izzy e Tony Gordon (tia e pai do vocalista).

Aliás, Tony Gordon merece um parágrafo a parte porque PQP, foi incrível. Juntos cantaram Stitched Up de Herbie Hancock. Foi a música começar a tocar pra você ver a galera levantando a câmera pra registrar o momento.

Depois disso teve mais amor em forma de música, fizeram charminho, saíram do palco sem a música Happy, mas voltaram, cantaram mais e tiraram foto com a plateia, mas justo nessa hora eu tava no chão procurando a carteira que a moça da mesa da frente perdeu. Certamente se não fosse por isso eu apareceria na foto.

*Olha eu ali na foto, não, pera…

No final, quando saímos da casa e esperávamos pelo carro vimos um carro passando com pessoas gritando BANDA MALTAAAAA e a mulher que perdeu a carteira com a tal da carteira vermelha na mão.

Tudo isso, crianças, é porque se eu puder dar apenas um conselho a vocês, não seria Use filtro solar, mas vão a um show da JAMZ que vale muito a pena.

Anúncios

2 comentários sobre “JAMZ, Bourbon Street e esse lance que é curtir um show

  1. Entrei no blog por curiosidade e achei tanta coisa legal! Super me identifiquei com esse post! Essas situações já aconteceram em várioooos shows! E olha q eu sou alta hein… kkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s